ECONÔMETRO

Economizados com os projetos da Comfort Lux

Investir em tempos de crise, é possível? 08/03/2016 | em : Novidades e mercado

Investir em tempos de crise, é possível?

Está presente atualmente na maioria dos noticiários, em rodas de bate-papo, nos escritórios, a palavra crise. De fato, não é possível ignorar que o país passa por um momento de delicado na economia, porém, também é preciso lembrar que crises são cíclicas, e se mantém e evolui no mercado quem está mais preparado seja em tempos difíceis, seja em tempos de crescimento econômico.

Estar preparado significa continuar investindo no crescimento da empresa, focando no melhoramento de todos os setores. Em tempos de crise convencionou-se que é preciso diminuir custos, diminuir investimentos. Corta-se verba da área de marketing, reduz-se capital humano, reduz-se investimentos em infraestrutura, entre outros. Reduz-se tanto que a empresa corre o risco de não estar preparada suficientemente para colher os melhores frutos dos bons tempos.

Ainda que se exija cautela, é preciso continuar investindo, pois é em tempos difíceis que se avalia melhor as prioridades e usa-se mais a assertividade. Planejar é essencial sempre, e todos as frentes devem estar incluídas no plano, como por exemplo:

- Otimização do processo de produção;

- Busca de melhores fornecedores;

- Redução de custos possíveis, como consumo de energia, reaproveitamento da água, etc;

- Investimento em infraestrutura e maquinários;

- Treinamento de equipe;

- Melhorias em produtos existentes, criação de novos produtos;

- Estabelecimento de metas de vendas (esforço para manter clientes e atrair os novos, aumentar o ticket médio);

- Investimento em marketing (divulgação, promoções, fortalecimento de marca);

- Busca de novos mercados.

Há algum tempo circula na internet um texto atribuído a Albert Einstein que define bem o ideal a ser feito em tempos de crise: inovar, investir, superar desafios.

“A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias.Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar “superado”.Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que as soluções. A verdadeira crise é a crise da incompetência.O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis.

Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um.Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo.Em vez disso, trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la”

Albert Einstein




+55 51 3362-1680